Início Jornalismo Notícias Ebook gratuito com orientações nutricionais para famílias de pessoas com autismo será...

Ebook gratuito com orientações nutricionais para famílias de pessoas com autismo será lançado nesta quarta-feira

286
0
Foto: Patrick Fore/Unsplash/Ilustrativa

A alimentação de pessoas com Transtorno do Espectro do Autismo (TEA), em especial as crianças, é o tema central de um ebook gratuito que será lançado nesta quarta-feira, 19, por um grupo de nutricionistas e estudantes de nutrição e por uma pedagoga. O lançamento será feito em uma live a partir das 20h no canal do grupo Nutrir Autismo, no YouTube.

O principal objetivo do livro é, de maneira didática, abordar questões que envolvam os aspectos nutricionais das pessoas com autismo, especialmente nos primeiros anos de vida e logo após o diagnóstico, podendo contornar determinadas situações. As profissionais sentem que a preocupação nutricional pode, em certos casos, ficar de lado. O conteúdo do ebook fica, então, como opção de orientação sobre o que é possível fazer em casa.

Cristiane de Vasconcelos, uma das integrantes do projeto, está se formando em nutrição e sua pesquisa de conclusão de curso trata exatamente da relação entre autismo e alimentação. Ela é mãe do Otávio, 15 anos, diagnosticado com TEA aos 4. Cristiane já está colocando em prática, com Otávio, algumas das dicas que constam no livro. “Fico muito feliz que com pequenas atitudes do dia a dia vamos transformando a realidade. Um organismo bem nutrido vai responder às outras terapias também”, frisa.

A nutricionista e professora Karoline Basquerote destaca a importância da informação e salienta que nem todas as famílias conseguem arcar com um acompanhamento nutricional.  “Às vezes os pais podem achar que a criança não está comendo porque está fazendo birra. Mas tem muita coisa por trás do processo de comer”, destaca Karoline.

O ebook aborda questões como dificuldade alimentar, seletividade e o comer exigente. A seleção dos alimentos pode ocorrer, por exemplo, pela textura, cor, sabor, aparência e temperatura. As informações nutricionais são relevantes para manter o organismo da pessoa bem nutrido.

Além de Cristiane e Karoline, também participaram da formulação do livro a pedagoga Rosane Palandi, especialista em psicologia e educação especial, a nutricionista Joana Veppo e a formanda em nutrição Victória Praetzel. 

A live de lançamento terá a participação das cinco autoras do ebook e também da Diretora Operacional do Instituto Autismo e Vida, Elisa Nunes. O Instituto é uma das principais entidades do Rio Grande do Sul a atuar na disseminação de informação e conscientização sobre o autismo, incluindo pais, mães e familiares de pessoas com TEA e a sociedade em geral.

Serviço

O que? Lançamento do ebook Como contribuir com a alimentação de crianças com TEA

Quando? Dia 19 de agosto, quarta-feira

Que horas? Às 20h

Onde? Pelo canal do grupo Nutrir Autismo no YouTube (https://bit.ly/NutrirAutismo)

Público: pessoas com TEA e suas famílias e comunidade em geral

Duração: 50 minutos a 1 hora

O que é o autismo?

O Transtorno do Espectro do Autismo (TEA) é um transtorno do desenvolvimento neurológico e deve estar presente desde o nascimento ou começo da infância, mas pode não ser detectado antes, por conta das demandas sociais mínimas na mais tenra infância e do intenso apoio dos pais ou cuidadores nos primeiros anos de vida.

Três características são mais comuns:

1) Déficits clinicamente significativos e persistentes na comunicação social e nas interações sociais, manifestadas de todas as maneiras seguintes: Déficits expressivos na comunicação não verbal e verbal usadas para interação social; Falta de reciprocidade social; Incapacidade para desenvolver e manter relacionamentos de amizade apropriados para o estágio de desenvolvimento.

2) Padrões restritos e repetitivos de comportamento, interesses e atividades, manifestados por pelo menos duas das maneiras abaixo: comportamentos motores ou verbais estereotipados, ou comportamentos sensoriais incomuns; excessiva adesão/aderência a rotinas e padrões ritualizados de comportamento; Interesses restritos, fixos e intensos.

3) Os sintomas devem estar presentes no início da infância, mas podem não se manifestar completamente até que as demandas sociais excedam o limite de suas capacidades.

Essas informações foram retiradas do site do Instituto Autismo e Vida, que ainda elenca seis sinais precoces de autismo:

– Aos 6 meses de idade a criança ainda não tem sorrisos muito expressivos diante de situações em que geralmente o bebê sorri;

– Aos 9 meses a criança ainda não compartilha nas brincadeiras de sons ou outras, como “cadê você, achei você”.

– Aos 12 meses a criança ainda não balbucia e não aponta para mostrar as coisas interessantes ou para mostrar algo que quer; também não procura olhar os pais quando vê algo novo ou diferente;

– Aos 16 meses a criança ainda não falava palavras;

– Aos 2 anos não fala pelo menos frases simples de duas palavras;

– Qualquer perda de habilidades em qualquer idade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui