Início Colunas ARTIGO: Sobrecarga emocional na pandemia – Sinais de Alerta!

ARTIGO: Sobrecarga emocional na pandemia – Sinais de Alerta!

199
0

Por Karine Santos e Gabriela Lumi, da Flows Psicologia

Imagem: Orkun Azap/Unsplash

Estamos vivendo uma crise mundial provocada pela Covid-19. Nossa geração até então, nunca havia se deparado com uma crise como esta, precisamos todos adaptar-se a nova rotina, com muitas dúvidas e incertezas frente o futuro e uma ansiedade natural provocada pelo medo de contaminação. Com todas essas questões, é aceito sentir-nos por vezes sobrecarregados emocionalmente, mas é preciso estar atento, pois a sobrecarga pode ultrapassar os limites saudáveis.

Está tudo bem                        versus                             sinal de alerta.

Por vezes sentir-se cansado com as atividades diárias x Sentir-se cansado quase todos os dias da semana.

Deixar de fazer algumas tarefas do dia x sempre adiar as tarefas e ter uma sensação de que não vai dar conta.

Sentir-se inseguro frente o novo cenário x a insegurança é tanta que está impedindo de traçar metas realistas.

Ter sensações de solidão x acredita que está sozinho e que ninguém vai lhe entender, se afasta de amigos e parentes e diminui contatos virtuais.

Sentir que o nível de ansiedade se elevou neste período x A ansiedade está causando vários sintomas simultâneos como tensão muscular, fadiga, falta de ar, etc.

Quando a pessoa não consegue mais aguentar o peso da nova rotina e tem seu funcionamento prejudicado, podendo refletir nas horas de sono, no humor, na perspectiva do futuro, dentre outros. É importante desenvolver estratégias de enfrentamento saudáveis. Temos muitas ferramentas disponíveis para nos auxiliar a superar a sobrecarga emocional: livros, sites e redes sociais de profissionais qualificados e embasados em dados científicos, etc. Se você tentar esses métodos e mesmo assim sentir que está difícil lidar com a sobrecarga emocional, é hora de buscar ajuda profissional.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui