Início Colunas ARTIGO COMER BEM: O que será que a “nutri” acha do chimarrão?

ARTIGO COMER BEM: O que será que a “nutri” acha do chimarrão?

560
2

Por Luciana Oliveira, nutricionista clínicaB

Conheço pessoas que levam os apetrechos para o trabalho e passam o dia com a cuia até comentarem: “Agora chega que já estou verde!” Também é conhecido como Tererê e em forma de chá mate gelado, é amplamente consumido nas praias cariocas.

O Chimarrão, que aproxima as pessoas, que está na maior parte das rodas de conversa entre amigos ou mesmo em casa, enquanto preparamos o almoço, é a Ilex Paraguariensis (Saint Hilaire), erva conhecida como erva-mate, planta originária da América do Sul, que aqui entre nós chamamos carinhosamente de “Chima”, parece fornecer vários benefícios.

Mas esse nosso hábito é realmente saudável?

A Erva-Mate contém elevados níveis de compostos fenólicos, cuja ação biológica está diretamente ligada a eliminação dos radicais livres protegendo os tecidos do corpo contra o estresse oxidativo, cujos danos implicam no envelhecimento celular e patogêneses de várias doenças degenerativas, como doenças cardiovasculares e tem ação antioxidante, antimicrobiana e anticarcinogênica.

Um ácido fenólico encontrado em grande quantidade na erva-mate, é o Ácido Clorogênico. Trata-se de um composto encontrado em plantas e alguns alimentos que ajudam nosso corpo a funcionar melhor.

Consumo do chimarrão flagrado neste fim de semana no Rodeio de Vacaria / Foto: Joel Vargas – Assembleia Legislativa

O CHIMARRÃO PROVOCA A VONTADE DE IR AO BANHEIRO?

Sim, por dois motivos: o primeiro, porque bebendo mais líquidos, urinamos mais. Mas o ponto que quero abordar é o segundo: a combinação do ácido clorídrico (que foi estimulado pela gastrina) com esse ácido clorogênico aumenta drasticamente os níveis de acidez no estômago e isso faz com que ocorra a abertura do piloro, estrutura que separa o estômago da primeira porção do intestino delgado, o duodeno. Isso causa um reflexo mais abaixo do trato digestivo, chamado reflexo gastro-cólico.

Dentro de pouco tempo após beber a primeira cuia de chimarrão, as suas contrações intestinais aumentam até um ponto em que você sente a necessidade quase urgente de evacuar. Isso é muito saudável!

O café também é uma das principais fontes desse composto na dieta humana e uma xícara da bebida (200mL) pode conter cerca de 20-675mg, dependendo da espécie de café e das condições de processamento. Por isso, várias pessoas relatam que o intestino funciona após o chimarrão ou o primeiro café do dia.  

Então podemos continuar com esse hábito, apenas tomando o cuidado para não servir extremamente quente, para proteger o esôfago.

Ótima semana, abraço da Nutri.

2 COMENTÁRIOS

  1. Que bom. Tomo mate desde 1952. O chimarrão definido por Glauco Saraiva, na sua imortal poesia “Chimarrão”. : “Amargo doce que sorvo, num beijo em lábios de prata; tens o perfume da mata, banhada pelo sereno; e a cuia, seio moreno, que passa de mão em mão, traduz no meu chimarrão, em sua simplicidade, a velha hospitalidade da gente do meu rincão”……”Nos teus últimos arrancos,. no ronco do teu findar, sinto um potro corcovear, na imensidão deste pampa, e em minha mente se estampa a voz febril de um clarim, repinicando Avançar; então me fico a pensar, que o amargo que está no fim, que a seiva forte que sinto, é o sangue de trinta e cinco, que volta verde prá mim”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui