Início Jornalismo MP pede arquivamento da operação “Fosso de Tártaro”

MP pede arquivamento da operação “Fosso de Tártaro”

410
0

O Ministério Público pediu o arquivamento do procedimento investigatório referente à operação “Fosso de Tártaro”, iniciada em 2016. Segundo o promotor Voltaire de Freitas Michel, as investigações e análises realizadas pelo MP não comprovam ação dolosa ou culposa dos agentes públicos André Carús, ex-vereador, e Gustavo Fontana, ex-diretor do DMLU à época, e de outros agentes da autarquia.

“Como disse à época, sempre tive a consciência tranquila e a certeza de que em nenhum momento, eu e os demais membros da equipe do DMLU nos omitimos ou fomos levianos no trato com a coisa pública. Tudo o que levantado pela imprensa sobre as irregularidades cometidas pelas prestadoras de serviço do DMLU nós identificamos a partir dos mecanismos de fiscalização do próprio departamento. Todas as providências legais, contratuais e cabíveis foram tomadas com a maior celeridade e responsabilidade possível, com a glosa e a não autorização do pagamento de valores a empresas terceirizadas, entre outras medidas. Tanto que as empresas tiveram ressarcir o erário”, disse Carús, que renunciou em 2019 ao mandato na Câmara após ser deflagrada operação que investiga empréstimos consignados e repassasses dos recursos a ele. “Acredito que o tempo repõe a verdade. O caso do DMLU comprova isso”, acrescentou André Carús.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui