Pular para o conteúdo principal

A involução dos notebooks

Faz quase seis meses que adquiri um novo notebook por motivos de força maior (leia-se: deterioração da carcaça externa do modelo anterior). No entanto, se eu estou satisfeito pela qualidade técnica do hardware, noto que, não apenas no meu caso, mas de uma forma geral, a qualidade dos notebooks, no quesito acabamento, vem ficando cada vez pior.



Vamos aos fatos: meu primeiro notebook foi comprado em Junho de 2011, em caráter emergencial, em um hipermercado de minha cidade. Tratava-se de um Acer Aspire 5741-7991, com processador Intel Core i3-350M de 2,26GHz, 3 GB de memória DDR3, HD de 320GB, câmera de 1,3 megapixel e bateria de 6 células. Já meu notebook atual é um Acer Aspire E14, modelo E5-471-30DG, com processador Intel Core i3 5005U de 2 GHz, 4 GB de memória DDR3, HD de 1TB. câmara HD, bluetooth e bateria de 6 células.


Como os dois modelos são do mesmo fabricante, é possível fazer uma comparação justa. Excluindo-se o fato de que o modelo anterior era de 15 polegadas e o atual é de 14, uma escolha que fiz propositalmente, do ponto de vista técnico, é claro que o modelo atual é melhor do que o anterior em todos os aspectos possíveis. No entanto, a nova versão deixa a desejar em vários detalhes, como por exemplo:




  • O modelo anterior possuía um led indicador de wi-fi, assim você poderia saber quando a rede sem fio estava em uso. Este novo modelo, não possui.

  • Da mesma forma, o modelo anterior possuía um led indicador da atividade do disco rígido, algo comum até então em todos os tipos de computador. Esse novo modelo não possui tal indicador e você só sabe se o disco está sendo acessado se prestar atenção em algum barulho que ele esteja fazendo.

  • As caixas de som do modelo antigo ficavam acima do teclado numérico; Já as do novo modelo ficam na parte de baixo do gabinete, o que pode abafar o som, dependendo de onde o computador esteja.

  • Embora esteja caindo em desuso, o drive de DVD do modelo de 2011 tem uma qualidade muito superior ao do modelo de 2015. Sério, às vezes eu acho que esse drive (de marca genérica, diga-se de passagem) é apenas uma bandeja de plástico que pode quebrar com qualquer mau jeito...

  • Falando em plástico, a caixa do notebook anterior vinha com uma alça de plástico e a do novo, não.

  • E, para terminar, não posso deixar de mencionar a simplificação exagerada no processo de produção. No modelo de 2011, havia tampas para o disco rígido e para a memória, facilitando um eventual upgrade. Nesta versão. conforme você pode conferir neste vídeo, que mostra um upgrade em um modelo similar, se você quiser colocar um SSD ou instalar mais memória, precisará desmontar o notebook inteiro para tal.


Ou seja, apesar de os novos componentes serem mais avançados, as fabricantes estão, talvez por motivo de economia, relaxando nesses pequenos detalhes, que incomodam os usuários mais avançados. Isso, é claro, sem falar em algumas outras marcas, principalmente as nacionais, que vendem sistemas com processadores e com memórias soldados à placa-mãe, impossibilitando quaisquer upgrades futuros. Infelizmente, essa parece ser uma tendência que vai durar por muito tempo.

Comentários

  1. Também já notei essa situação. E provavelmente encontraremos em muitas situações atuais algo similar. Triste tempos de mais quantidade e menos qualidade. Pior ainda é saber que pouca gente repara, não possuem tempo para perceber,pois estão muito ocupadas...

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Como acessar configurações avançadas no Sagemcom F@st 2704N

NOVO TUTORIAL: GUIA DEFINITIVO DAS CONFIGURAÇÕES AVANÇADAS DO SAGEMCOM F@ST 2704N!
Atualização 23/01/2015: Alguns problemas apontados e descobertos nesse modem:
1. Alguns usuários relatam dificuldade em salvar alterações na configuração ADSL;
2. Não sei como acessar os logs do modem; mesmo habilitando, eles não aparecem;
3. Se você trocar o DNS do modem, ele voltará ao da Oi ao ser reiniciado;
4. Estou enfrentando alguns problemas sérios de lentidão. Não sei se isso é relacionado ao modem ou a algum dispositivo na minha rede interna.
-----
Os modens da marca Sagemcom estão se tornando muito populares no Brasil, não, quiçá, por sua qualidade, mas porque eles são os atuais queridinhos das operadoras: quando você assina um plano ADSL, geralmente a operadora envia um modem wireless para sua casa a fim de que você possa navegar sem precisar ter gastos extras com esse equipamento. É claro que os equipamentos fornecidos pelas operadoras são básicos, mas saciam as necessidades dos usuários comuns - …

O Guia Definitivo das configurações avançadas no Sagemcom F@st 2704N

Há alguns meses, eu contei minha experiência com o Sagemcom F@st 2704N e tenho recebido diversos comentários sobre suas configurações avançadas. Agora que minhas aulas na faculdade estão acabando, resolvi reservar um tempinho para explorar melhor esse modem que, diga-se de passagem, é muito bom.