Pular para o conteúdo principal

Sobre o YouTuber que quebrou sua placa de 100 mil inscritos

Hoje pela manhã, eu soube de uma polêmica no site YouTube, onde vários produtores daquele sistema estão indignados por causa de um usuário que quebrou sua placa de 100.000 inscritos para ver o que tinha dentro.



Para quem não sabe, o YouTube presenteia os seus produtores de conteúdo que atingem uma certa quantidade de assinantes no canal, como forma de reconhecimento. Conforme é explicado nessa página, o usuário recebe uma placa de prata quando atinge 100.000 inscritos, uma de ouro quando consegue 1 milhão e uma de diamante quando consegue a marca de 10 milhões.


O YouTube é uma plataforma de livre concorrência. Ou seja, todos os usuários possuem, em teoria, as exatas mesmas chances de obter sucesso ou não (é claro que há uma grande diferença se você faz vídeos esporadicamente, sem qualquer preparo ou se você possui uma grande produtora com grandes recursos por trás). Dessa forma, o recebimento de tal placa é um reconhecimento de vitória em relação a conquistar e a manter um público cativo e um conteúdo relevante.


A maioria dos YouTubers está indignada pelo fato de que, ao quebrar propositalmente sua placa com a desculpa de que ele não queria se prender a 100 mil inscritos e conseguir 1 milhão, Aruan desrespeitou toda a comunidade e não deu valor aos seus próprios esforços e seguidores. Nisso, precisamos considerar dois pontos.


Primeiro, diferente de um software, não há um contrato celebrado entre a Google e o produtor regulando o que pode ou não ser feito com a placa. Ou seja, Aruan tinha toda a liberdade para quebrar sua placa, como ele fez e ninguém pode reclamar disso. É um direito dele.


Segundo, como pode ser observado ao assistir seus vídeos, nota-se que Aruan não dá valor a bens materiais, Não apenas a placa, mas também seu computador antigo foi brutalmente destruído por ele. Além disso, seu teclado mecânico também foi completamente desmontado.


Televisor com colorbars. Fonte: http://www.tribejournal.com/wp-content/uploads/2015/08/colorbars.jpg


Outro ponto que passou batido em relação a toda essa polêmica foi a teveabertização do YouTube. Hoje, muitos internautas (babacas) enchem a boca para dizer que não assistem televisão e que ficam apenas na Internet.


Não podemos negar que a televisão foi (e ainda é) um dos principais meios de comunicação da humanidade. Através dela, pudemos testemunhar importantes eventos históricos, como a ida do Homem à Lua, a queda do muro de Berlim, a Guerra do Golfo ou o atentado às Torres Gêmeas. No entanto, atualmente, a tevê vem perdendo cada vez mais espaço para a internet, pois na rede as informações fluem mais rapidamente e o usuário tem liberdade de escolher sua própria programação. Isto é, o usuário pode assistir a um filme quando quiser, sem depender da vontade dos donos das emissoras ou de alguma regulamentação estatal que obrigue aquela atração a ser exibida após determinado horário. Por isso, muitas pessoas, hoje, sequer possuem um televisor em suas casas, o que seria algo simplesmente inimaginável há pouco mais de 10 anos.


No entanto, o principal argumento sobre essa troca seria a qualidade da programação da televisão aberta que, em busca de cada vez mais audiência, coloca programas de caráter apelativo e violento em horários impróprios. Os usuários (pseudo-intelectuais) que dizem não assistir televisão procurariam, através da Internet, fugir de tanto baixo nível.


Destaques do YouTuve.


No entanto, esse baixo nível já contaminou o YouTube e outros sites de streaming. Basta ver que, na página inicial do referido site,os vídeos em destaque em geral são esquetes de canais como Parafernalha, Porta dos Fundos, Cinco alguma coisa e outros lixos tão ou mais apelativos e ofensivos do que se encontra na tevê aberta. Existem canais úteis? Claro que sim, mas esses, assim como os programas educativos, dificilmente conseguem obter algum tipo de destaque.


Ou seja, os idiotas que se gabam de não assistir televisão simplesmente desligaram um aparelho e ligaram outro. O que Aruan fez com seu vídeo, no mais puro estilo tevê aberta, foi atrair atenção e audiência para o seu canal, tanto que, enquanto escrevo, a referida filmagem já obteve quase 8 milhões de visualizações. Ou seja: os indignados caíram como patinhos.


No final da história, o maior prejudicado foi o próprio Aruan, que além de ficar sem a sua placa, provavelmente vai perder a maioria de seus inscritos.

Comentários

  1. "No final da história, o maior prejudicado foi o próprio Aruan, que além de ficar sem a sua placa, provavelmente vai perder a maioria de seus inscritos."

    Hahaha. André, não me leve a mal, mas você não conhece direito o povo. Inicialmente, pensei o mesmo sobre ele perder os inscritos, mas após 15 dias, como pode-se ver na página do canal, ele não os perdeu. Muito pelo contrário: ganhou muitos novos e já conquistou com sobras a marca de 1 milhão (e continua subindo)! Vai ganhar a placa de ouro e a cortará, se o for preciso, para ganhar a de diamante.

    Você diz que os serviços de "streaming" já estão contaminados pelo que também se encontra na TV aberta. Sim, mas a culpa disto é do povo. O povo apoia, pois assiste. Se não assistisse, os produtores não fariam. Que produtor de conteúdo sobrevive sem audiência? Nenhum! O povo vê o que merece.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Como acessar configurações avançadas no Sagemcom F@st 2704N

NOVO TUTORIAL: GUIA DEFINITIVO DAS CONFIGURAÇÕES AVANÇADAS DO SAGEMCOM F@ST 2704N!
Atualização 23/01/2015: Alguns problemas apontados e descobertos nesse modem:
1. Alguns usuários relatam dificuldade em salvar alterações na configuração ADSL;
2. Não sei como acessar os logs do modem; mesmo habilitando, eles não aparecem;
3. Se você trocar o DNS do modem, ele voltará ao da Oi ao ser reiniciado;
4. Estou enfrentando alguns problemas sérios de lentidão. Não sei se isso é relacionado ao modem ou a algum dispositivo na minha rede interna.
-----
Os modens da marca Sagemcom estão se tornando muito populares no Brasil, não, quiçá, por sua qualidade, mas porque eles são os atuais queridinhos das operadoras: quando você assina um plano ADSL, geralmente a operadora envia um modem wireless para sua casa a fim de que você possa navegar sem precisar ter gastos extras com esse equipamento. É claro que os equipamentos fornecidos pelas operadoras são básicos, mas saciam as necessidades dos usuários comuns - …

O Guia Definitivo das configurações avançadas no Sagemcom F@st 2704N

Há alguns meses, eu contei minha experiência com o Sagemcom F@st 2704N e tenho recebido diversos comentários sobre suas configurações avançadas. Agora que minhas aulas na faculdade estão acabando, resolvi reservar um tempinho para explorar melhor esse modem que, diga-se de passagem, é muito bom.