Pular para o conteúdo principal

Postagens

Mostrando postagens de Março, 2014

Como escrever artigos e tutoriais imparciais sobre GNU/Linux

Um dos pontos de meu artigo sobre o Ubuntu é que a maioria dos sites ditos "especializados" sobre Linux da blogosfera nacional assumem, na maioria das vezes, que o leitor está ou estará usando a distribuição da Canonical para seguir os passos explicados naquele texto. Esta é uma atitude nociva à liberdade de software e à diversidade do ecossistema GNU/Linux, pois se algum usuário tiver algum problema ou quiser instalar algum programa em sua distribuição não-Ubuntu, ele poderá se sentir frustrado em não encontrar documentação para seu sistema - embora, teoricamente, tais instruções devessem funcionar em qualquer distribuição - e ser psicologicamente coagido a adotar a escolha da maioria.
Embora muitos digam que isso pode não passar de paranoia e de implicância, a situação é real. Um amigo que usa Manjaro Linux disse-me precisar ter ido a um fórum internacional para obter ajuda de um brasileiro sobre um problema que ele estava enfrentando. A indisponibilidade de recursos de aux…

MEC empurra mais um serviço proprietário para professores

Este artigo não representa mais minha visão sobre o software livre e está sendo mantido aqui apenas por razões históricas. Para minha visão atual, veja este artigo.
Primeiro foi o anúncio da distribuição de tablets com Android para professores, produto esse que, para ser utilizado plenamente pelo usuário leigo, exige que a pessoa tenha uma conta na Google. Agora foi anunciado mais um acordo com outra empresa de tecnologia privativa: a Amazon.

Instituição Manassés: diga não a essa ideia

Como se não bastasse nosso maravilhoso sistema de transporte público ser constantemente invadido por pirralhos vendendo doces e mandolates sob a desculpa de que "sei que estou sendo chato, mas mais chato ainda seria se eu estivesse certamente matando ou certamente roubando", agora os ônibus da grande Porto Alegre estão sendo invadidos por um novo tipo de golpe: a Instituição Manassés.

Premiê da Ucrânia dá declaração polêmica e comete erro matemático

Acredito que todos estejamos acompanhando os acontecimentos na Ucrânia que, em última análise, poderão levar à Terceira Guerra Mundial. Basicamente, um pedaço daquele país quer fazer parte da Rússia, mas o resto do país não quer deixá-los ir.
Em meio a tanta tensão, sobram declarações polêmicas e a vítima da vez foi a Matemática:

Certamente, o que o premiê daquele país quis dizer é que ele não entregará parte alguma de seu território aos russos, mas ao afirmar (ou ao ser incompetentemente traduzido para o Português do brazil) que ele "não cederá um centímetro", ele assassinou a Matemática.

Mais uma vez, me rendi à superioridade da linha de comandos!

Há algumas semanas, escrevi um post explicando que a utilização do GNU/Linux nada tinha a ver com a digitação de comandos ou com avançados conhecimentos de hardware. É claro que isso é verdade, mas hoje comprovei, mais uma vez, que a temida linha de comando é, muitas vezes, mais fácil do que a mais bela das interfaces gráficas.

Existem infinitos de tamanhos diferentes?

Essa é uma questão que, a princípio, pode surpreender e confundir  os novos estudantes de Matemática, e sua resposta é mais surpreendente ainda. Intuitivamente, o infinito é algo que nunca tem fim. Logo, como é possível que haja infinitos de tamanhos diferentes?

Adobe: amiga do HTML5?

Embora todos estejamos carecas de saber (alguns mais do que outros, diga-se de passagem) que a Informática evolui a passos largos, uma discussão recorrente vem tomando conta do mundo do webdesign e, em especial, do software livre: a batalha entre Flash e HTML5. E, em meio a essa guerra, surge uma discussão: será que a Adobe está realmente do lado dos padrões abertos?