Pular para o conteúdo principal

Iguatemi: Ricos e Pobres

Nessa semana, estive procurando uma escola pública para fazer estágio em Porto Alegre. Felizmente, consegui encontrá-la e, ontem, combinei com minha dupla de encontrá-lo na livraria Saraiva do Shopping (ou xópin, como escreveria um grande professor de Português que tive) para ver se encontrávamos um livro o qual deveríamos ler e, a seguir, nos deslocarmos para a instituição de ensino.



Para variar, a Saraiva não tinha o livro que estávamos procurando. Mas enquanto estava esperando-o chegar, fiquei passeando pelo shopping para conhecer o local, visto que, acredite se quiser, nunca havia estado em um antes - não daquele porte.


O resultado foi um previsível choque de realidade. Em poucos minutos, eu, com minhas roupas simples do dia a dia, me senti como se fosse um alienígena em meio a todos aqueles frequentadores, com roupas de grife e cortes de cabelo descolados.


Mas o que mais me chamou a atenção foi a gritante diferença entre classes sociais que o shopping impõe aos seus visitantes. Apesar de, é claro, o lugar ter preços para todas elas, fiquei abismado pelo preço de alguns itens. Na vitrine da própria Saraiva, estava sendo vendida uma caixa comemorativa aos 25 anos da série Street Fighter. O conjunto incluía uma dúzia de discos com filmes, desenhos, trilhas sonoras e jogos, arte impressa e um bonequinho do Ryu.O preço: R$ 699,90.


Do outro lado, havia algumas canetas Crown. Uma delas custava R$ 299,90 e a outra, R$ 349,90. Andando mais alguns passos, fui à frente de uma loja de roupas que vendia jeans e blusas também nessa média de preço. Uma banca vendia pães de queijo a R$ 3,00 a unidade e doces variados por R$ 4,00 cada.


Nesse instante, ocorreu comigo algo que nunca havia presenciado: eu senti uma indescritível sensação de vazio.


Vazio não de minha parte, mas por parte daqueles produtos e das pessoas que estavam lá. Comecei a questionar: qual a necessidade de se adquirir uma caneta que custa R$ 300,00 se uma caneta Bic, que custa no máximo R$ 2,00, faz a mesma coisa e exige muito menos cuidados? Por que comprar algumas peças de roupa que custam os olhos da cara se você pode encontrar peças muitos similares a um preço significativamente menor, que vão cumprir com seu papel de vestir e de aquecer e que, assim como aquelas, também ficarão gastas e terão de ser substituídas ou remendadas daqui a um ou dois anos?


Compreendi, então, que o shopping é uma ode ao consumismo desenfreado. Um monte de pessoas que vai lá para comprar aparências e fingir ser o que não é. Senti pena dos que estavam entrando nas lojas. Apesar de bem movimentado, tudo lá é muito triste, vazio e desnecessariamente caro.

Comentários

  1. Poderia ter caminhado mais um pouco hahaha

    Podemos falar também do bourbon, é a mesma coisa.

    Isso se chama ostentação. Aquelas pessoas que tu viu com roupa de grife ganham R$ 678,00 por mês mas são clientes do itaucard ou do santander, ou seja, tem uma forca de pelo menos R$ 5.000,00 para fingir ser o que não é.

    Isso ocorre em todos os lugares, também no barra, em todos os outros. Acho o barra mais extremo, tem também a paranoia da segurança, a discriminação racial, são várias coisas, geralmente quando vou nesses lugares tenho algo bem específico pra comprar, vou lá, compro e saio, não consigo reparar em como andam as pessoas, nas milhares de sacolas que elas carregam e tudo mais.

    Por falar em iguagemi, e bourbon, entre eles há uma rua, se tu andar 3 quadras naquela rua chegará no parque germânia.

    Ao redor de tal parque há diversos prédios cujos apartamentos com não mais que 70m² custam em média 1,5 milhão de reais, este parque foi construído com a mentalidade vazia daquelas pessoas. É um parque enorme, onde há apenas árvores de plástico, grama de plástico, e não há passaros, eles devem ter sido mortos pela segurança das pessoas, afinal, passar perto de onde há passaros pode pegar uma doença fulminante! Além disso é um parque fechado, que funciona até as 20h. Atrás do parque há diversas vilas, em tal lado, não há entradas para o parque. Vila estas, que ocupavam todo o espaço do parque, familias foram removidas para construir o quintal dos ricos.

    É um movimento global, as vezes é bom ver como estão estes lugares para saber como será o futuro de tudo, afinal, a copa está chegando, toda a cidade vai ficar parecida com aquele bairro até 2014.

    obs: 1,5 milhão há tempo atras, antes de pedirem cadastro pra ver o preço dos imóveis.

    ResponderExcluir
  2. E quem disse que eu não caminho? Eu atravesso os dois shoppings para chegar à escola do estágio.

    Desconfiei que deveriam ser pessoas que compram um tênis de R$ 300,00 e ficam com a geladeira vazia. Também notei que uma grande parte do pessoal que vai lá é idoso, devem ser aposentados gastando sua aposentadoria... pobres coitados. Acho que vou me mudar pro campo quando formado.

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

Como acessar configurações avançadas no Sagemcom F@st 2704N

NOVO TUTORIAL: GUIA DEFINITIVO DAS CONFIGURAÇÕES AVANÇADAS DO SAGEMCOM F@ST 2704N!
Atualização 23/01/2015: Alguns problemas apontados e descobertos nesse modem:
1. Alguns usuários relatam dificuldade em salvar alterações na configuração ADSL;
2. Não sei como acessar os logs do modem; mesmo habilitando, eles não aparecem;
3. Se você trocar o DNS do modem, ele voltará ao da Oi ao ser reiniciado;
4. Estou enfrentando alguns problemas sérios de lentidão. Não sei se isso é relacionado ao modem ou a algum dispositivo na minha rede interna.
-----
Os modens da marca Sagemcom estão se tornando muito populares no Brasil, não, quiçá, por sua qualidade, mas porque eles são os atuais queridinhos das operadoras: quando você assina um plano ADSL, geralmente a operadora envia um modem wireless para sua casa a fim de que você possa navegar sem precisar ter gastos extras com esse equipamento. É claro que os equipamentos fornecidos pelas operadoras são básicos, mas saciam as necessidades dos usuários comuns - …

O Guia Definitivo das configurações avançadas no Sagemcom F@st 2704N

Há alguns meses, eu contei minha experiência com o Sagemcom F@st 2704N e tenho recebido diversos comentários sobre suas configurações avançadas. Agora que minhas aulas na faculdade estão acabando, resolvi reservar um tempinho para explorar melhor esse modem que, diga-se de passagem, é muito bom.